1/2

2012

Desdobrar... aceitar o desafio de uma estrutura que pode prender ou libertar. Este é o dilema: quatro mulheres interagem, cada uma com três varas de bambu amarradas entre si. E da recriação dessa estrutura/escultura se desdobram formas e sentidos. Acrobacia e dança, sensação e manipulação. Subir e descer, girar e cair, cair e levantar. Levantar e tornar a subir, em um eterno ciclo, sem cessar. Perder para ganhar, morrer para renascer. Será a relação da mulher com a vida? Será o papel da mulher em seu tempo? É preciso se Desdobrar em muitas para ser inteira. Se Desdobrar para ocupar espaço. 

A Cia. Nós No Bambu traz ao público uma celebração da mulher e sua capacidade de se reinventar através dos tempos, uma abstração poética inspirada nos ciclos femininos e suas diversas manifestações, seu eterno Desdobrar...

FICHA TÉCNICA ORIGINAL

Direção Artística: Julieta Zarza 
Dramaturgia: Julieta Zarza e intérpretes criadoras
Intérpretes criadoras: Ana Flávia Almeida, Nara Faria, Poema MühlenbergRoberta Martins e Ana Nolasco (stand-in)
Trilha sonora original: Luiz Oliviéri e Julieta Zarza
Maquiagem e cabelo: Monica Maria
Iluminação: Higor Filipe
Figurino: Leonardo Shamah e Roustang Carrilho
Costureira: Ester Ponte
Programação Visual: Bruna Daibert e Ricardo Caldeira
Traquitana: Luciano Astiko
Fotografia: Daniel Lavenère
Diretor de Audiovisual: Cícero Fraga
Câmeras: Cícero Fraga e Gustavo Amora
Edição e Finalização de vídeo: Cícero Fraga
Assessoria de Imprensa: Anamaria Mühlenberg
Produção Executiva: Liane Mühlenberg e Poema Mühlenberg
Produção de Base: Ricardo Caldeira    
Realização: Instituto de Pesquisa, Ação e Mobilização – IPAM
Patrocínio: Fundo de Apoio a Cultura – Secretaria de Cultura do Governo do Distrito Federal 

Fotos & Vídeo

Clique sobre a imagem para ampliar.